Missa Escoteira em Aparecida

MISSA ESCOTEIRA NA BASÍLICA NACIONAL DE APARECIDA, conforme relatos de quem as organiza
Básilica de Aparecida

Tomei conhecimento através do Chefe Amâncio, Chefe Fafi e outros que haveria uma missa em Aparecida do Norte em Abril de 2004, Vale do Paraíba, e que seria uma missa dedicada aos Escoteiros do Brasil. Uns Chefes que estavam fazendo o Curso Avançado no Campo Escola Jaraguá me disseram que alguns chefes de Minas Gerais estavam organizando uma missa Escoteira e deveria se tornar uma missa a nível nacional e para isso estavam em contato com o chefe Pantera.

Chefe FafiEm contato com o chefe Fafi, com o Chefe Amâncio e outros, o Padre Barreiro fez o convite e trouxe a proposta de realizarmos na cidade de Aparecida, São Paulo, uma Missa Escoteira Nacional, visto que ninguém teria dado apoio necessário para que isto acontecesse. 

Então o grupo 103º MG Grupo Escoteiro Pinheiros, assumiu o compromisso de levar o maior número de Escoteiros para a Basílica de Aparecida.

Até então, havia apenas a certeza, de que Grupo Escoteiro Pinheiros estaria lá com pelo menos um ônibus.

Pensaram então em um projeto e partiram para a divulgação:

Nós vamos a Aparecida; e o seu Grupo?

E com a ajuda do Chefe Cleber, do 135ºSP G. E. Guia Lopes de Bauru, este projeto caiu na internet, pois aqui por Minas, despachamos para todos os grupos via correio, mas ele sofria muitas criticas, sendo apoiado apenas pelos chefes mais velhos e nada mais.

Muito bem, em abril de 2004, o Chefe Fafi estava fazendo em São Paulo no Campo Escola do Jaraguá, o Curso Avançado, e lá que viu e conheceu o Chefe Geraldino, desconfiado com um Chefe de Minas, um tal de SACI, que teria marcado uma missa no Santuário Nacional de Aparecida e que ninguém da Região Escoteira de São Paulo havia autorizado, e que esta cidade é do estado de São Paulo, e mais um monte de coisa. . .

Meu amigo, aí já era tarde a missa já estava marcada e ninguém mais tinha noção do que iria acontecer e quem iria estar presente na missa.

Através das informações que chegaram pelo correio e internet organizamos também a nossa ida para aparecida e levamos uma faixa para marcar a nossa estada em Aparecida, na missa Escoteira (Missa Escoteira - Grupo Escoteiro Cassiano Ricardo) e conseguimos encher um ônibus de 44 lugares.

Em 25/04/2004 – 1ª Missa com 504 participantes

Às seis horas da manhã o Chefe Fafi e comitiva de Minas Gerais, depois de tudo marcado e pronto, partiram e foram ao encontro do Chefe Toninho de Lorena e chefe Simdolfo de Guaratinguetá, e estes estavam planejando e ajudando a organizar o evento, pois moravam perto de Aparecida e ficaria mais fácil com ajuda dos dois antigos chefes, pois era a primeira missa, e o Padre Barreiro nos assessorou do começo ao fim, quando não estava junto de nós, estávamos ao alcance de seus olhos, enfim foi o nosso braço direito de fato. Entre umas brincadeiras e outras, começa então aparecer Grupos de Escoteiros, sendo que a maioria era do estado de São Paulo num total de 504 participantes. Quando o Brasil assistiu aquela quantidade de escoteiros ao redor do altar na missa das 08h00, transmitida para mais 140 rádios, 15 redes de televisão e pela internet, foi uma benção. Após a realização desta primeira missa, reunimos no salão em baixo do Santuário e numa reunião improvisada e ali então ficou decidido que a Missa seria sempre realizada no terceiro domingo do mês de abril, e que sempre fosse a missa das 08h00.

Nesta reunião estiveram vários chefes da organização, inclusive eu (Tarzan) que fiquei incumbido dentro do possível divulgar o evento, via internet para as listas que eu fazia parte de S. Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, e Vale do Paraíba e também no Orkut.

Segundo alguns Relatos do chefe Fafi:

Em 06/04/2005

Uma bela quarta feira, após os devidos acertos, seguimos viagem para a cidade de Lorena, em carona com o Chefe Toninho, fomos até ao Santuário Nacional. Estivemos reunidos por uma hora com o Padre Barreiro, que nos mostrou todos os espaços existentes naquele santuário e o que poderia estar sendo disponibilizado para a realização do evento. Resolvendo então de que daquela data por em diante a responsabilidade de organizar a missa, seria do Pólo ou Distrito da Mantiqueira a/c. do Chefe Toninho. Nesta reunião, o Chefe Toninho, Comissário do Polo da Mantiqueira, nos contou que havia recebido uma imagem de madeira de Nossa Senhora e que gostaria de passar ela pra frente. Então combinamos: “esse ano a imagem irá para o GEPIN de Minas Gerais e o GEPIN então fará um oratório” que por sinal ficou muito grande, risos.

Em 24/04/2005 – 2ª missa com 1.000 participantes

Na segunda Missa Escoteira nada menos de 1.000 Escoteiros compareceram, isto é, entre Escoteiros Lobinhos, Seniores e Pioneiros, e também familiares inseridos dentro do movimento. Tão logo termina a Segunda Missa no Santuário – abril de 2005 – tendo como animador o Padre Barreiro – (Chefe Pantera do 71ºMG G. E. Ludovico Pavoni de Pouso Alegre), fica sugerido pelo Padre Barreiro, que a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, deverá sempre seguida acompanhada de um lenço escoteiro, lógico, este lenço deve ser do Grupo Escoteiro que está com a imagem peregrina. O oratório por ser grande sempre ficará na sede, e protegida por este Lenço Escoteiro, e esta imagem deverá visitar uma família por semana, e cada família que receber Nossa Senhora deverá anotar no lenço e chamar a vizinhança para celebrar este ato de fé e caridade cristã. E com isso, nós mineiros, em grau número e gênero, acabamos por despertar esta linda festa religiosa dentro das terras dos paulistas e com um hino todo especial, de autoria, letra e música, do Chefe José Amâncio.

Nesta segunda missa o Chefe Marco Aurélio Castrianni, Chefe Maria Izabel Tongu entre outras figuras importantes do Escotismo brasileiro se fizeram presentes.

Brincadeiras à parte – Que Deus seja sempre louvado e que Nossa Senhora da Conceição Aparecida derrube sobre as famílias brasileiras, e em especial sobre os escoteiros, ricas e poderosas bênçãos e que nos traga, paz, saúde e prosperidade.

Em 30/04/2006 – 3ª Missa com 1.840 participantes

Na sede do 103ºMG Grupo Escoteiro Pinheiros, o escoteiro Kayo Ridolfi organizou um culto em louvor a Nossa Senhora Aparecida e desta data em diante imagem peregrina passou a visitar os lares dos membros do GEPIN.

Era uma festa só, tanto para os grupos de São Paulo como de Minas Gerais.

Em 22/04/2007 – 4ª Missa com 2.135 participantes

Na quarta Missa Escoteira o 103ºMG Grupo Escoteiro Pinheiros, como também o 10ºMG Grupo Escoteiro Monte Belo participaram da Missa, no santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Diga–se de passagem, que o 103ºMG GEPIN era o grupo em que participava o Chefe Fafi, criador e um dos maiores incentivadores da missa e o 10ºMG Grupo Escoteiro Monte Belo de Pouso Alegre, grupo do Chefe Amâncio, homem de muita tarimba e fé, tiveram problemas para virem a missa e alguns chefes estiveram na Missa sem o Uniforme, inclusive o chefe Fafi.

Em 20/04/2008 - 5ª Missa com 1.780 participantes

Na quinta missa muitos grupos Escoteiros do Brasil compareceram a missa Escoteira, entre Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná Também alguns grupos de outra associação Escoteira de Minas Gerais, e sempre o grupo em que estou inserido, 72º SP Grupo Escoteiro Cassiano Ricardo de São José dos Campos, sempre comparecendo à Missa Escoteira, incentivados pelos chefes, inclusive partilhando lugares do ônibus com outros grupos da mesma cidade.

Em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013 tenho sempre solicitado ao Chefe Simdolfo, de Guaratinguetá, que em enviasse o cartaz para chamada da missa Escoteira, e até parece que os organizadores estão perdendo o pique, pois este ano (2014) eu tive que implorar que me enviasse o folder para eu poder distribuir aos grupos via internet, listas Escoteiras e Facebook.

Caracol

Muitos Lobinhos, Escoteiros, Seniores e Pioneiros, escotistas dirigentes e familiares fazendo um grande volume e logo após a missa o chefe Toninho formou um grande Caracol, e todos que vão saindo da Basílica vão dando as mãos e formando o caracol. Este ano o nosso grupo participou com 54 integrantes tendo entre eles dois Escoteiros que ajudaram na missa como coroinhas, de batina e com o lenço do G. E. Cassiano Ricardo.

Temos também dois Escotistas que pertencem à igreja de sua cidade e ajudam nas missas com os lenços de seus grupos. Não me lembro dos nomes.Bispo Dom Raymundo Damasceno

O Cardeal de Aparecida dom Raymundo Damasceno Assis, também fez a sua promessa Escoteira, numa cerimônia solene, logo após a missa o Chefe Toninho tomou a promessa e ele foi agraciado com o lenço do Grupo Escoteiro do Ar Sub Oficial Palmeira, de Guaratinguetá.

Muitas estórias destas missas eu tenho para contar, além da dificuldade de escrever por falta de tempo e também obter informações dos organizadores, porém vamos lutando para que esse evento sempre aconteça conforme o combinado.

 

Muitos chefes se empenham para que essa Missa continue a ter uma adesão boa entre os membros do Movimento Escoteiro, Chefe Fafi, divulgando por Minas Gerais, Chefe Tarzan divulgando por São Paulo e outros chefes compartilhando os chamados pelas listas Escoteiras e listas sociais para que esse evento em Aparecida do Norte seja do conhecimento de todos.

Chefe Toninho de LorenaGostaria de salientar também que entre muitas pessoas que se destacam para que essa missa esteja sempre presente nas famílias Escoteiras temos o idealizador Padre Barreiro, Chefe Fafi, Chefe Toninho de Lorena, Chefe Simdolfo de Guaratinguetá, e muitos outros que não me vem à memória agora, porem não deixa de ser um trabalho de equipe, e que Deus me ilumine e me dê força para que eu não venha ter problemas para comparecer nas futuras missas que acontecerão futuramente, pois com os meus 70 nos nas costas e 59 anos de Movimento tenho que rezar muito para conseguir participar das missas no futuro.

Chefe Tarzan

E assim por diante como até hoje temos um compromisso de cavalheiro de ir todos os anos a Missa Escoteira de Aparecida do Norte, na Basílica Nacional. Gostaria de frisar que eu como um bom Escoteiro e tenho que dizer sempre a verdade que eu contribuo para o ideal Escoteiro.

Como puderam ver sou somente uma pequena peça no meio de grandes engrenagens.

S.A.P.S. M.P.

São José dos Campos, 09 de Junho de 2013.

Chefe Tarzan São José dos Campos - SP

Se puder colabore, [email protected]  
 

 

Atividades realizadas:
Evento Anos Data Participantes
1º Missa Escoteira  2004  18/04/2004  540 participantes 
2ª Missa Escoteira   2005  17/04/2005 1.000 participantes
 3ª Missa Escoteira  2006  23/04/2006   1.840 participantes
4ª Missa Escoteira  2007  22/04/2007  2.135 participantes 
5º Missa Escoteira  2008  20/04/2008  1.780 participantes
 6ª Missa Escoteira  2009  13/04/2009  1.890 participantes 
7ª Romaria Escoteira  2010  18/04/2010 1.680 participantes 
8ª Romaria Escoteira   2011  17/04/2011 2.000 participantes
9ª Romaria Escoteira  2012  15/04/2012  Informação não recebida
10ª Missa Escoteira  2013  14/04/2013  1.400 participantes
11ª Missa Escoteira  2014  06/04/2014 com 3.100 participantes 
12ª Romaria Escoteira Nacional  2015  26/04/2015  com 2.372 participantes
13ª Romaria Escoteira Nacional  2016  17/04/2016 com 3.500 participantes
14ª Romaria Escoteira Nacional  2017  30/04/2017  Informação não recebida
15ª Romaria Escoteira Nacional 2018 22/04/2018 com 1.725 participantes
16ª Romaria Escoteira Nacional 2019 31/03/2019 Informação não recebida
17ª Romaria Escoteira Nacional 2020 19/04/2020 a realizar

OBS: Faltam os distintivos e as informações dos campos em fundo verde. Ajude-nos, por favor.. 

falta 14ª, 15ª e 16ª

​Fonte dos distintivos: http://celsoneves.blogspot.com.br/2017/03/romaria-nacional-missas.html   

Página criada em 22/01/2020.