Geraldo Hugo Nunes

Personagens da história do Escotismo

Uma história de mais de 100 anos tem que ter alguns "heróis" que ajudaram nessa longevidade do Escotismo no Brasil. 
E como "quem não conhece a sua história, não pode construir seu futuro", o site www.lisbrasil.com resolveu inserir esta página com algumas das personalidades mais importantes desta história.

Geraldo Hugo Nunes  

de 01/05/1913 a 09/07/1974
ingressou em: 29/091924 (11anos)

Geraldo Hugo Nunes, nasceu em 1 de maio de 1913, filho do Major Diniz Luiz Nunes e Maria Eustaquia de Barros Nunes,

Ingressou no Movimento Escoteiro em 29 de setembro de 1924 aos 11 anos pela Federação dos Escoteiros Católicos na Associação dos Escoteiros Católicos Nossa Senhora do Amparo em Cascadura – Distrito Federal (hoje Cidade do Rio de Janeiro),
Realizou sua primeira Promessa Escoteira em 8 de maio de 1925, chegando a Escoteiro da Pátria em 28 de maio de 1932, foi pioneiro do Clã Santos Dumont e fez seu primeiro Curso de Chefe Escoteiro pela Federação dos Escoteiros Católicos do Brasil em 1930, ingressou na Chefia do Grupo Escoteiro do Mar Euclides da Cunha e de lá transferiu-se para a “Associação dos Escoteiros Catholicos* São Pedro de Cascadura” ( atual 3ºRJ GE Católico São Pedro) no qual foi Chefe de Grupo até a sua morte, sendo ele seu principal esteio e que existe até hoje.
 
Exerceu inúmeras funções distritais, regionais e nacionais, foi graças ao seu trabalho que a Região RJ, até então Região do Estado da Guanabara, possui o Campo Escola de Magé (que leva seu nome) foi o maior entusiasta e quem convenceu a direção e comissariado regional pela compra do terreno.
Foi ele o responsável pela campanha financeira para a compra do 7° Andar da Rodrigo Silva, nº18 (nossa sede regional até hoje).
Foi dele a ideia do percentual do Maracanã ao vereador Wilson Leite Passos que comprou a ideia e conseguiu transformá-la numa Lei.
Foi junto com João Ribeiro que fundou o ramo Sênior no Brasil em 1944 (João Ribeiro no AE Guilhermina Guinle e Geraldo no AE Católico São Pedro),

Participou do primeiro curso de insígnia da Madeira da América Latina, que foi realizado em São Paulo em 1949,
Participou da equipe do primeiro curso de adestramento de chefes escoteiros, entre outros vários cursos, a onde participou como aluno, equipe ou diretor, chegando a ser ADCC* Assistente do Deputado Chefe de Campo  e DCC* Deputado chefe de Campo, hoje chamados de DCB Diretor de Curso Básico e DCIM Diretor de Curso da Insígnia da Madeira.
 

 

Suas habilidades não eram apenas das tradicionais atividades regionais, foi sobre seu comando que a Região realizou atividades de grande porte, sendo o chefe de campo do Ajuri Nacional do RJ em 1957, Acampamento Internacional de Patrulhas de 1960 em Jacarepaguá, 1° Jamboree Panamericano no Rio de Janeiro de 1965 (até o Jamboree Nacional de Foz , foi o maior evento Escoteiro realizado no Brasil.)
 
Por essas e outras fenitorias para o Escotismo do Distrito Federal/ Guanabara / Rio de Janeiro e do Brasil, recebeu inúmeras condecorações, sendo sua primeira a Medalha de Gratidão da F.B.E.M em 1940, em 1962 recebeu o Tapir de Prata a maior condecoração do Escotismo Brasileiro e em 1965 recebeu a Medalha de Gratidão do Chile.
 
Aqueles que não o conheceram, acredittavam que era uma pessoa autoritária, graças aquela aparência séria e sisuda, mas debaixo daquela “casca” existia um grande amigo com o verdadeiro e elevado Espirito Escoteiro, que era chamado pelos mais próximos carinhosamente de Geraldão.
 
Pouco antes de falecer, teve um AVC que deixou uma imobilização involuntária e temporária do lábio superior esquerdo, mesmo com a dificuldade da fala não o impediu de se eleger pelo voto como Comissariado Regional,  cargo esse que não chegou a terminar seu mandato, pois faleceu em 9 de março de 1974, vítima de enfarte, deixando um legado de 50 anos de escotismo!

Faleceu em 1974, um pouco antes da inauguração das obras do Campo Escola de Magé, que recebeu seu nome.

*Grafia da Época
O texto foi criado pelo chefe Fábio Marques para uma publicação do Facebook, sendo ele a fonte primária dessas informações..
Esta publicação foi criada, estimulada por uma mensagem de WhatsApp enviada pelo chefe Elmer de Souza Pessoa em 04/03/2021 e numa
           publicação no Facebook  do GEMar Antenor Martins - 44/MS em  01/05/2019.
Página criada em 05/03/2021.